Pular para o conteúdo principal

AS PROFECIAS DE LA SALETTE

 "Homens da Galiléia, porque ficais aí a olhar para o céu? Esse Jesus que vos acaba de ser arrebatado para o céu voltará do mesmo modo que o vistes subir para o céu. (At 1,11) " 

Aproximem-se, filhos!

Eram 15 horas do dia 19 de setembro de 1846., Duas crianças analfabetas tomavam conta das quatro vacas do patrão, que pastavam por aí. Eram elas Melânia Clavat (15 anos) e Maximiliano Giraud (11 anos). "Subitamente - relata Melânia - vi uma luz mais brilhante que o sol... estava imóvel. Logo se abriu e vi uma belíssima Senhora, que aparecia sentada sobre o nosso "paraíso", com o rosto apoiado nas mãos. A bela Senhora levantou-se, cruzou levemente os braços, e fixando-nos disse: "Aproximem-se, filhos, não tenham medo; estou aqui para lhes anunciar uma grande notícia" "

"Estas doces palavras - conta Maximiliano - me fizeram voar até ela. Enquanto falava, as lágrimas começaram a rolar de seus belos olhos. Disse: "Se o meu povo não quiser se converter, serei obrigada a deixar cair a mão do meu Filho. Ela é tão pesada que já não consigo sustenta-la".

"A Virgem - confirma a pequena companheira - chorou quase todo o tempo em que nos falou".

Queixou-se do trabalho manual aos domingos e da blasfêmia: "São estas duas coisas que tornam tão pesado o braço do meu Filho". Em contrapartida, "se os pecadores se converterem, as pedras e as rochas se transformarão em montões de trigo".

Depois revelou a Maximino um curto segredo, que nunca deveria revelar, e a Melânia, outro, bem mais longo, que poderia tornar público a partir de 1858.

No lugar onde seus pés pousaram brotou uma nascente, que nunca mais secou.

No quinto aniversário da aparição (1851), o bispo de Grenoble, dom Filiberto Bruillard, autorizou o culto a Nossa Senhora da Salette. Apesar de octogenário, subiu ao monte a cavalo, para lançar a pedra fundamental do futuro Santuário.


"Dirigida não só à França, mas à Igreja do mundo inteiro - lembram Ted e Maureen Flynn - a mensagem dada em La Salette detalha minuciosamente acontecimentos mundiais futuros de grande importância para nossos tempos... A apostasia que estamos vivendo foi totalmente prognosticada em La Salette, e a mensagem ali recebida ajuda a explicar por que o demônio te tanto poder no mundo atual, embora no momento esteja perdendo força, conforme nos assegura a Santíssima Virgem".

Dada sua importância para os nossos tempos, bem que merecia ser reproduzido na íntegra. No entanto, por problemas de espaço, vamos ater-nos a alguns trechos, agrupados de acordo com os assuntos.

Depois de falar a Melânia: "O que vou lhe dizer agora não será segredo para sempre... poderá publicá-lo em 1858", Maria começa extravasando sua mágoa diante da calamitosa situação dos guias espirituais de seu povo:

"Os sacerdotes, ministros de meu filho, pela vida ruim que levam, pelas suas irreverências e falta de piedade ao celebrarem os santos mistérios, pelo amor dão dinheiro, às honrarias e prazeres, transformaram-se em cloacas de impureza. Muitos abandonaram a fé, e grande será o número de padres e religiosos que apostatarão da religião verdadeira; entre eles haverá até bispos. Será o tempo das trevas. Ai dos sacerdotes e das pessoas consagradas a Deus que, pelas suas infidelidades e má vida estão crucificando novamente ao meu Filho!"

Os pecados das pessoas consagradas, clama ao céu, pedindo vingança, e a vingança agora está às portas, porque não se encontra mais ninguém para implorar misericórdia e perdão pelo povo; não há mais almas generosas; não há mais ninguém digno de oferecer um sacrifício sem mancha ao Deus Eterno em favor do mundo.

(Por isso) Deus vai castigar de maneira sem precedentes. Ai dos habitantes da terra! Deus vai esgotar sobre eles sua cólera e ninguém conseguirá escapar d tantos males juntos. Os chefes, os guias do povo de Deus, negligenciaram a oração e a penitência, e o demônio obscureceu suas inteligências; tornaram-se assim aquelas estrelas errantes, que a velha serpente arrastará com sua cauda para faze-los parecer. Deus permitirá que a antiga serpente ponha divisões entre os que regem as sociedades e as famílias. Sofrer-se-ão angústias físicas e morais. Deus abandonará a humanidade a si própria e enviará um castigo após outro. A sociedade está ? s vésperas das mais terríveis calamidades e dos maiores acontecimentos. Que se prepare para ser governada com vara de ferro e beber o cálice da ira de Deus?.



Destaca-se aqui "em primeiro plano a profecia da apostasia, que começa e se desenvolve na esfera superior dos consagrados: sacerdotes, bispos, religiosos e religiosas. A tibieza, a frieza e a impiedade das almas eleitas - diz a Virgem - "estão crucificado de novo meu filho". E ela usa palavras duras par qualificar esse estado de coisas: ?os sacerdotes transformaram-se em cloacas de impureza" "



Apóstolos dos últimos tempos

Além da história do futuro, desenhada em largos traços, o Segredo contém um pungente apelo de Nossa Senhora.

"Dirijo um urgente pedido à terra. Chamo os verdadeiros discípulos de Deus vivo...; chamo meus filhos, os meus verdadeiros fiéis, os que se entregaram a mim..., chamo enfim os apóstolos dos ;últimos tempos, os fiéis discípulos de Jesus Cristo que viveram no desprezo do mundo e de si próprios, na pobreza e na humildade, no silêncio, na oração e na mortificação, na castidade e na união com Deus, sofrendo ignorados pelo mundo. Já é hora de saírem e encherem de luz a terra. Vão e apresentem-se como meus filhos queridos. Estou com vocês e em vocês, desde que a fé seja a luz a iluminá-la nestes dias de infortúnio. Que o zelo os torne como que famintos da glória e da honra de Jesus Cristo. Combatam, filhos da luz, por que chegou o tempo de todos os tempos, o fim de todos os fins".



Sobre a Igreja!

Diante disto que aconteceu no vasto mundo, que faz a Igreja?

"A minha Igreja dorme como uma morta... Eu venho concluir a redenção do mundo... e começarei pela minha Igreja. Ela será santa, inteiramente renovada. Meu sangue circulará novamente em todo seu corpo, dando-lhe força e coragem para rejeitar os membros cobertos de gangrena" (02/08/1997).

"Meu rosto - diz ainda - está inundado de lágrimas de sangue, por que a minha igreja anda cheia de perfume de suas missas idólatras. Bem poucos são os verdadeiros pastores que ainda vivem minha paixão, morte e ressurreição, quando têm o meu corpo entre seus dedos consagrados" (31/07/1997).

Por isso, não tenha medo de falar, porque

"eles te julgarão como aquela que vem incomodar a tranqüilidade da minha Igreja, que dorme profundamente, e não está apenas adormecida mas paralisada no seu sono"(11/07/1997).

"A Igreja nasceu de mim, que estou no meio de todos os candelabros acesos. Mas eis que alguns se apagaram por completo, outros estão semi-iluminados, outros deitam uma fumaça espessa e sufocante; bem poucos se mantêm iluminados e continuam a da minha luz."

Eis a imagem muito imperfeita daquilo que passou a ser a minha Igreja, cujos membros principais caíram tão doentes que já não conseguem mantê-la. Não posso tolerar esta morte lenta que a conduz ao túmulo. (06/10/1997).

Ora, tudo isto é inconcebível, quando se pensa que

"os exércitos de Satanás estão mobilizados; que três quartas partes da devastação já está feita". O que o inimigo "deseja agora é destruir o que ainda resta de bom. Mas esta quarta parte lutará desesperadamente. A luta será terrível. Para teres uma idéia, olha para um corpo a que se arranca um dos membros. Assim se sente neste momento minha Igreja".

A intervenção de Deus virá no momento certo:

"Eu agirei quando o inimigo lhe arrancar o coração, porque o seu coração sou eu mesmo, Cristo. Satanás jamais conseguirá desmantelar a minha Igreja; mas hoje o meu coração sangra, pois os que começaram a arrancar-me os membros são justamente os que pertencem a essa parte da Igreja dominada por Satanás... Pobres filhos desnorteados que me juraram fidelidade. A alguns deles só restam ainda os hábitos, para lembrar-lhes a Ordem a que pertencem: todo seu interior esta carcomido"(20/04/1997).



Medjugorje



Sua história é conhecidíssima. Começou no dia 24 de junho de 1981, com duas jovens que, se afastaram dos festejos populares em honra de São João, para fumar na encosta do monte Podbrdo. Nos dias seguintes, outros foram sendo associados, até formarem um grupo definitivo de seis: Ivanka Ivankovic, Vicka Ivankovic, Mirjana Dragicevic, Marija Pavlovic, Ivam Dragicevic e Jacov Colo.

Estas aparições, que a partir de então se tornaram diárias, arrancaram Medjugorje do seu apagamento, projetando-o até os mais longínquos recantos do mundo. Hoje ele se constitui, sem exageros, no maior centro de peregrinações do planeta. Mais de 30 milhões de romeiros já passaram por lá neste vinte anos. É um caso de aparições sem precedentes na história da Igreja, pela amplidão e profundidade do impacto produzido.

O conteúdo essencial de suas mensagens resume-se em cinco pontos: rezar com o coração, jejuar, reconcilia-se com Deus e o próximo, conversão e paz.



Disparando o alarme


Medjugorje aparece como continuação de La Salette, Fátima e Garabandal. Representa mais uma grande tentativa de Maria de advertir seus filhos sobre a gravidade dos tempos. Uma das últimas para se fazer ouvir por um mundo sempre muito ocupado, que não encontra tempo de parar, fazer silêncio e escutar a voz de Deus.

No começo, algumas mensagens sobre a paz pareciam repetitivas, mas logo se viu quão proféticas elas eram. Com efeito, quem haveria de crer então que uma ?limpeza étnica? diabólica estava prestes a come;car, com a guerra civil na Bósnia-Herzegovina?

Assim como a Virgem apareceu em Fátima para divertir o mundo a respeito do comunismo ateu,l ela apareceu em Medjugorje para fazer disparar o alarme, advertindo para a catástrofe que se aproximava. Por isso, à medida que se intensificava o conflito étnico, também se intensificavam seus apelos maternos, pedindo oração e penitência. Na mensagem de 25 de setembro de 1982, ela explicou como Satanás estava tentando sabotar os planos de Deus.

?Queridos filhos, estou com vocês nestes dias conturbados, em que Satanás tenta destruir tudo o que eu e meu Filho Jesus estamos construindo. Ele quer arruinar principalmente suas almas e afasta-los o mais possível da vida cristã e dos mandamentos que a Igreja os convida a viverem. Satanás quer destruir tudo o que é santo em vocês e ao redor de vocês. Por isso, filhinhos, rezem, rezem, rezem, a fim de poderem compreender tudo o que Deus lhe concede através das minhas vidas?.

Na mensagem de 25 de outubro do mesmo ano, lembra que Satanás é forte e procura apoderar-se do maior número de almas. Pede que confiemos nela, pois está aqui para ajudar e guiar. Também insinua que as aparições terminarão em breve, e quando isto ocorrer, os acontecimentos preditos se precipitarão rapidamente:

"Convido-os à oração, agora que Satanás está forte e quer apropriar-se das almas e o mais possível... Tenham confiança em mim, porque estou aqui para ajuda-los e conduzi-los a uma vida nova, por um novo caminho. Por isso ouçam e vivam o que lhes digo, porque quando não estiver mais com vocês, será importante recordarem as minhas palavras e tudo o que lhes disse. Peço-lhes que comecem tudo de novo, mudando suas vidas e decidindo-se pela conversão, não em palavras e sim com a vida".



Júlia Kim

Outra Mística extraordinária, que começa a se impor à atenção do mundo, é a coreana Júlia Kim, casada, quatro filhos. Em Naju, onde vive dirigia naquele tempo um salão de beleza, trabalho que devia interromper freqüentemente por problemas de saúde. De repente, depois de receber alta do hospital para ir morrer em casa, experimentou uma dramática cura física.

NO dia 30m de julho de 1985, após uma série de visitas a pessoas idosas e doentes, chegou em casa pouco antes da meia-noite. Apesar de cansada pôs-se a rezar o terço diante de uma estatueta da Virgem, quando viu descerem lágrimas dos olhos da imagem. Acordou o marido, que constatou o fato. O fenômeno continuou nos dias seguintes. Mal a notícia se espalhou, começaram a afluir pessoas as dezenas, depois ? s centenas e aos milhares, o que demonstra o interesse suscitado num país onde pouco mais de quatro por cento da população é católica.

Mas o espanto aumentou ainda quando em 19, 20 e 21 de outubro do ano seguinte, as lágrimas passaram a ser de sangue e, posteriormente, de sangue e água misturadas.

Numa reunião do clero, o pároco, Johan Park Tonitti mostrou a foto da Virgem com o rosto ensangüentando, acrescentando: "Eu acredito, porque vi diversas vezes a estátua derramar lágrimas". Os cépticos pediram que a imagem fosse recolhida a uma sala da casa paroquial. As lágrimas foram enxugadas e o pano entregue à polícia, para a devida análise do sangue. Mas esta, simploriamente, mergulhou o pano em água com sabão e assim o fez desaparecer.


Em 1987, a estátua foi reconduzida ao apartamento de Júlia, onde recomeçou a lacrimação: ora lágrimas naturais, ora de sangue. No dia 10 de maio,a Virgem chorou das 22 horas até as oito horas do dia seguinte. Em princípios de julho, as lágrimas começaram a aparecer diariamente. Eis a explicação de Júlia.

"A Virgem se queixa porque as pessoas, depois de demonstrarem sinais de arrependimento, não perseveram, não fazem penitência, não se mortificam, não reparam, não rezam mais ou rezam pouco... Ela sofre também por causa dos erros que invadem o clero e contaminam as almas".

Essa imagem já chorou água e sangue durante mais de 70 dias, e recentemente transpirou óleo perfumado.

Júlia tem os estigmas visíveis nas mãos, e um acentuado perfume de rosas (que não raro permanece por vários meses) se desprender dos objetos por ela tocados.



O que mais dói

Uma da mais fortes mensagens transmitidas ao mundo desde Naju está relacionada com o aborto. Por determinação de Deus, Júlia experimenta em toda a intensidade a agonia do bebe sendo assediado, queimado com produtos químicos e por fim esquartejado no ventre da mãe e dali extraído aos pedaços. Às vezes essa agonia se prolonga por oras.

Como em Oliveto Citra, também em Naju, Maria se mostra preocupada com o alastramento desta prática monstruosa.

"A Virgem me tem dito - explica Júlia - que estas pequenas vítimas gritam diante do universo. Que sofrimento haverá mais atroz do que ver essas vidas inocentes condenadas a penas monstruosas, sendo arrancadas do ventre de suas mães - Nossa Senhora sente-se triste diante de tanta ignorância e indiferença dos pais que matam seus filhos. Estas vidas são sagradas. O mundo avança desabaladamente para a ruína, e Satanás usa de todo o seu poder para destruí-lo. Eu desejo salva-los. Se rezarem comigo e tomarem minha mão com confiança, o meu Imaculado Coração com certeza triunfará".

Em junho de 1989, a Virgem retorna ao assunto:

"O que mais me dói é ver criancinhas morrerem logo depôs de concebidas, ver como se as matou por meio dos produtos químicos usados por muitas mulheres para extinguir a vida em seu começo. Suplico-te que alivieis a minha angústia com sacrifícios e orações de reparação".



O dragão e a Besta

Na base do ateísmo e da infestação satânica do mundo encontram-se três ativos agentes, repetidamente denunciados por Nossa Senhora ao longo dos anos: o dragão vermelho, a besta negra e a besta semelhante a um cordeiro, tais como aparecem descritos nos capítulos 12 e 13 do Apocalipse. Segundo a explicação de Maria,

"O dragão vermelho é o comunismo ateu (que contrariamente ao que muitos pensam, continua vivo e ativo, apenas sob uma capa diferente), que difundiu por uma parte a negação e a obstinada recusa de Deus. Ele se apresenta com dez chifres, isto é, com a potência de seus meios de comunicação, para conduzir a humanidade ? desobediência dos mandamentos de Deus" 29/6/1983).

A besta negra, que se levanta do mar, simboliza a maçonaria. Trata-se de um assunto amplo e complexo. Poucas pessoas sabem até que ponto chegam realmente os tentáculos desta seita. Muitos a consideram o maior poder secular da terra nos dias de hoje. É ela que controla o mundo manobrando por trás dos bastidores os bancos e a política.

"A besta negra - explica a Virgem - age na sombra, se esconde, se disfarça, de modo a conseguir penetrar em toda parte. Tem patas de urso e boca de leão, porque opera em todo lugar com astúcia e com os meios de comunicação social. As sete cabeças cabeças indicam as várias lojas maçônicas, que agem de forma traiçoeira. Ela ostenta dez chifres e, sobre eles, dez diademas, que são os sinais do domínio e realeza. É através desse dez chifres que ela domina e governa o mundo"(03/06/1989).



Chifres de Cordeiro

Para alcançar seus objetivos, a besta negra que sobe do mar recebe ajuda de outra besta vinda da terra. Essa tem "dois chifres como um cordeiro, porém fala como um dragão", e tem por missão infiltrar-se na Igreja Católica, a fim de mina-la por dentro, solapar-lhe a autoridade, adulterar-lhe a doutrina e destruir o pontificado. Este último representa o alvo constante de seus ataques, devido ao controle e à influência que exerce em Roma e que a maçonaria anseia obter.

"A besta com dois chifres, semelhante a um cordeiro, indica a maçonaria infiltrada na Igreja, isto é, a maçonaria eclesiástica, eu se difundiu sobretudo entre os membros da hierarquia. Esta infiltração maçônica já vos foi predita or mim e Fátima, quando anunciei que Satanás se introduziria até no vértice da Igreja. Se o objetivo da maçonaria é conduzir as almas ? perdição, levando-as ao culto de falsas divindades, o objetivo da maçonaria eclesiástica é destruir Cristo e sua Igreja, construindo um novo ídolo, isto é, um falso Cristo e uma falsa Igreja"(13/06/1989).

As táticas de ação da maçonaria eclesiástica revelam-se tão refinada que teríamos dificuldades de toma-las a sério, não fosse a própria Mãe de Deus a no-las revelar. Na mesma mensagem ela explica de que maneiras costuma proceder:

"Age para obscurecer a divina palavra, por meio de interpretações naturais e racionais e, na tentativa de torná-las mais compreensiva e acolhida, a esvazia de todo o seu conteúdo sobrenatural. Assim se difundem os erros os erros em todas as partes da própria Igreja Católica. Por causa da difusão desses erros, hoje muitos se afastam da verdadeira fé, realizando-se a profecia que fiz em Fátima: ?Virão tempos em que muitos perderão a verdadeira fé?. A perda da fé é apostasia."

A maçonaria eclesiástica agem de modo enganoso e diabólico, para conduzir todos à apostasia.

Seu objetivo é justificar o pecado, apresenta-lo não mais como um mal, e sim como um valor e um bem. Fruto pernicioso deste maldito câncer, que se difundiu na Igreja, é o desaparecimento da confissão individual sem toda parte.

Favorece as explicações que dão do Evangelho interpretações racionalistas e naturais, por meio da aplicação de vários gêneros literários, e assim o Evangelho é dilacerado em todas as suas partes. Chega-se finalmente a negar a realidade histórica dos milagres e da ressurreição, e se põe em dúvida a própria divindade de Jesus e sua missão salvífica.

Procura destruir o Cristo místico, que é a Igreja.

Procura destruir a realidade da Igreja hierárquica, isto é, o Papa e os bispos unidos a eles, com um falso ecumenismo, eu leva à aceitação de todas as Igrejas Cristãs, afirmando que cada uma delas possui parte da verdade. Cultiva o projeto de fundar uma Igreja Ecumênica Universal, formada pela fusão de todos os credos cristãos, entre os quais a Igreja Católica.

A maçonaria eclesiástica também ataca a piedade eclesial para com o sacramento da Eucaristia. Desta valoriza só o aspecto da ceia, tende a minimizar o seu valor de sacrifício, procura negar a presença real e pessoal de Jesus nas hóstias consagradas. Por isso, foram gradualmente suprimidos todos os sinais extremos, indicativos da fé na presença real de Jesus na eucaristia, como as genuflexões, as horas de adoração pública, o costume de circundar o sacrário com luzes e flores.

Procura destruir o fundamento da unidade da Igreja, com o ataque traiçoeiro e insidioso ao Papa.(13/06/1989).

Tudo isso só faz confirmar o que ela já anunciara em 29/06/1983: "O espírito da maçonaria infiltrada na Igreja, qual nuvem tóxica, leva à paralisia da fé, extingue o ardor apostólico e afasta sempre mais de Jesus e do seu Evangelho".



Convocação para a batalha


Para fazer frente a esta incursão diabólica, Maria convoca primeiro os seus padres, sejam eles diocesanos ou religiosos, sem distinção de idade ou cargo. Tanto os serenos e ardentes de zelo, como os amargurados pelas experiências negativas pessoais e de apostolado, e a todos alenta com uma promessa de vitória:

"Erguei os olhos deste tenebroso tempo em que estais vivendo e não temais se agora Satanás é o dominador incontestável do mundo e o dono de toda a humanidade. Bem logo o seu reino será reduzido a um monte de ruínas e o seu poder será destruído, porque eu mesma o amarrarei com uma corrente e o meterei num pântano de fogo eterno, do qual não sairá jamais" (01/01/1992).

"Chegou a hora de entrar em ação, de procurar entre meus sacerdotes os que me ouvem, os que me têm amor. Graças a eles, voltarei a resplandecer com nova luz na Igreja, depois da purificação... Preciso de sacerdotes, humildes e corajosos, prontos a serem desprezados e espezinhados por amor. Com eles formarei a legião que me permitirá reconduzir a Jesus inumeráveis filhos, purificados por grandes tribulações. E haverá então uma nova Igreja num mundo novo, onde meu filho Jesus finalmente reinará e triunfará" (01/08/1973).

"Para vencer o inimigo, eu usarei a força dos pequenos, dos pobres, dos humildes, dos insignificantes. Eu, a humilde serva do Senhor, me colocarei ? frente do exército dos humildes para derrotar as aguerridas hostes dos soberbos. A todos vocês filhos meus só peço uma coisa: consagrem-se ao meu Imaculado Cora;ao e deixem-se possuir por mim... Começarei atacando o inimigo no meu coração e agirei sobretudo onde ele se crê vencedor seguro". (18/05/1977).

"Estes são os tempos da grande batalha entre mim e o poderoso exército dirigido pelo dragão vermelho e a besta negra. O ateísmo marxista e a maçonaria, de mãos dadas, guiam esse exercito. Mas o seu comandante geral é Lúcifer... O exército por mim comandado é constituído por todos os anjos e santos do paraíso, guiados por São Miguel Arcanjo. Na terra, o meu exército é formado por meus pequenos filhos que, de todas as partes do mundo, deram seu sim ao meu chamado e me seguem. Com este exército vou avançando de vitória em vitória e assim preparando o caminho pelo qual virá a vós o reino glorioso de Jesus... Vivei comigo estes tempos do segundo advento. Como na primeira vinda de Jesus fui sua mãe virginal, assim agora sou a Mãe gloriosa da sua segunda vinda... Felizes por viverdes numa Igreja obscurecida, ferida, dividida, porque esta é a hora da sua agonia, que lhe prepara a radiante alvorada de um segundo pentecostes". (13/10/1985).

Infelizmente poços estarão preparados para o receber:

"Assim como nasceu nesta noite (Natal/1978), Jesus voltará na glória antes da sua vinda para o juízo final... Reinarão no mundo as trevas da negação, do repúdio de Deus e da rebelião contra sua lei de amor. O gelo do ódio tornará desertas as estradas do mundo. E assim quase ninguém estará preparado para o acolher. Os grandes da terra nem sequer se lembrarão dele, os ricos lhe fecharão as portas, enquanto os seus estarão ocupados na busca de seu prestigio pessoal... Virá de improviso, e o mundo não estará pronto para o receber. Virá para o julgamento, para o qual o homem não se acha preparado. Virá para instaurar seu reino neste mundo".

Postagens mais visitadas deste blog

Reflexão sobre o Evangelho segundo S. Lucas, cap. 14, vs. 25 a 33

Leitura do Evangelho do 23º Domingo do Tempo Comum



No capítulo 14 do Evangelho segundo S. Lucas, vemos Jesus que quer preparar a todos os seus seguidores para o seu Sacrifício na Cruz, bem como para as consequências que implicam da decisão de segui-lo. O Senhor, com imensa decisão, resolve partir para Jerusalém, mesmo sabendo que caminha para a sua própria morte.
No versículo 25, Jesus vê que não está sozinho: grandes multidões o acompanhavam. O texto original em grego enfatiza que aquelas pessoas “caminhavam junto” com Ele. Aquelas pessoas vão com o Senhor, e Ele quer alertá-las, torná-las conscientes de para onde estão indo e em que implicará a decisão de acompanhá-lo. Parando no meio da jornada, Ele se volta para essas pessoas e lhes diz algo como: “Vocês querem ir comigo, mas vocês sabem qual é a realidade de ser meu discípulo?”.
Aquilo que devemos dar a Deus Pai, conforme descreve o capítulo 6 do Livro do Deuteronômio, ficamos sabendo que devemos dar também a Deus Filho: “Amarás o…

Costumes Matrimoniais nos Tempos Bíblicos: Casamento, Levirato, Violações do Casamento, Pessoa solteira e Divórcio"

Nos tempos bíblicos, o primeiro passo no casamento era dado pelo homem ou por sua família (Gênesis 4:19; 6:2; 12:19; 24:67; Êxodo 2:1). Geralmente, as famílias do casal faziam o arranjo do casamento. Assim Hagar, como chefe da família "o casou [Ismael] com uma mulher da terra do Egito" (Gênesis 21:21). Estando Isaque com quarenta anos de idade, era perfeitamente capaz de escolher sua própria esposa (Gênesis 25:20); no entanto, Abraão mandou seu servo a Harã a fim de buscar uma esposa para Isaque (Gênesis 24). Abraão deu ao servo duas ordens estritas: A noiva não podia ser cananeia, e devia deixar o lar paterno para viver com Isaque na Terra Prometida. Em circunstância alguma devia Isaque voltar a Harã para viver de acordo com o antigo modo de vida da família. O servo de Abraão encontrou a orientação do Senhor em sua escolha (Gênesis 24:12-32). Então, segundo o costume da Mesopotâmia, ele fez os arranjos com o irmão e a mãe da moça (Gênesis 24:28-29, 33). Ele selou o acordo …

Moringa, uma planta com imensos benefícios

Se ainda não ouviu falar da moringa, vai, neste artigo ficar a conhecer uma planta com bastantes benefícios para a saúde e o bem-estar do corpo. Moringa (Moringa oleifera) é uma planta de origem tropical ainda pouca conhecida na Europa, embora o seu uso como suplemento dietético comece pouco a pouco a estender-se. Um número cada vez maior de estudos científicos associam a ingestão de moringa em pó com inúmeros benefícios para a saúde, como a melhoria da pressão arterial, da glicose, a redução do colesterol, entre os outros. A árvore da Moringa Oleifera atinge uma altura de 7-12 metros é, originária das zonas próximo do Himalaia (Índia e Paquistão), e muito popular em países tropicais e subtropicais da África, Ásia (Filipinas, Camboja), América do Sul e Central e no Havaí, onde também é cultivada. Moringa – um potencial suplemento dietético A árvore de Moringa vem sendo usada ao longo dos tempos como uma planta medicinal. Sendo por isso conhecida como árvore milagrosa. Todas as partes …