Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2017

IMPRESSÃO DAS CHAGAS DE SÃO FRANCISCO

Monte Alverne, o lugar de peregrinação na Toscana, onde São Francisco de Assis (1182-1226) recebeu os estigmas em 1224, dois anos antes de sua morte.
Neste dia 17 DE SETEMBRO, a Família Franciscana celebra, em todo o mundo, a festa da Impressão das Chagas, também chamada de Estigmas de São Francisco de Assis. Quando, em 1224, Francisco estava em profunda contemplação no Monte Alverne, o Senhor Jesus imprimiu-lhe no corpo as chagas de sua paixão. O Papa Bento XI concedeu à Ordem dos Frades Menores que todos os anos, neste dia, celebrasse, no grau de festa, a memória de tão memorável prodígio, comprovado pelos mais fidedignos testemunhos. A impressão das chagas, em seu corpo, foi a coroação de toda uma vida. Desde o início de sua conversão, ele se deslumbrava ao contemplar o Cristo de São Damião, tão humano, tão despojado, tão pobre e crucificado. Por isso, este Cristo ocupa o lugar central de toda sua vida: “Não quero gloriar-me a não ser na cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo” (Gal 6,14). …

PERDOAR SEM LIMITES...

«Precisamos de perdoar 70x7,  porque o nosso irmão nos ofendeu 490 vezes.Precisamos de perdoar 70x7 por cada uma das ofensas.»

Falamos muitas vezes em amor, em união e comunhão, mas caímos sempre na tentação de não conseguirmos perdoar.
Se não perdoamos, não conseguimos amar plenamente. Caímos facilmente na desculpa de "eu perdoo, mas não esqueço". 
É claro que este Deus não nos oferece um perdão em versão de alzheimer. Se assim fosse, não teríamos presente o quão difícil é perdoar. Não é para esquecermos. É para relembrarmos o quão difícil é darmos uma oportunidade àquele que, como eu, leva consigo a fragilidade humana. 
Não há forma de sermos perdoados se antes não sentirmos em nós o poder do perdão. E não o sentimos quando somos perdoados, mas sim quando perdoamos. A lógica é sempre a mesma. Primeiro doar, para posteriormente saber acolher e respeitar.
É verdade que o mundo passa-nos outra imagem. Querem fazer chegar até nós a ideia de que quem perdoa é fraco, de que quem perdo…

O que é o Catecismo da Igreja Católica? E por que é algo tão importante?

Podemos dizer que o Catecismo põe fim a todo “achismo ou achologia” dentro da Igreja... Uma das maiores graças que recebemos de Deus, pelas mãos do Papa João Paulo II, foi o novo Catecismo da Igreja Católica. No discurso aos Bispos em Santo Domingo, no dia 12/10/92, na VI reunião do CELAM, referindo-se ao Catecismo que acabara de aprovar, o Papa disse: “Recentemente aprovei o Catecismo da Igreja Católica, que recomendo como o melhor dom que a Igreja pôde fazer aos Bispos e ao povo de Deus. Trata-se de um valioso instrumento para a nova evangelização, onde se compendia toda a doutrina que a Igreja deve ensinar”.






É preciso notar, que o Papa diz que o Catecismo é o “melhor dom” que a Igreja pôde fazer…

Nele encontramos um resumo excelente de toda a doutrina católica. Sabemos que um dos problemas mais graves da nossa Igreja é a falta de conhecimento da doutrina por parte da maioria do nosso povo. Isto deixa-o à mercê das seitas proselitistas.

Ao apresentar o Catecismo para toda a Igreja, at…

Alguém realmente nasce 'no corpo errado'?

Uma pessoa nascer 'no corpo errado' é possível? Crianças confusas a respeito do próprio gênero estão fadadas a ser 'transgêneras' na vida adulta? Qual a melhor forma de tratamento para a chamada disforia de gênero?


"Disforia de gênero" é um distúrbio em que a pessoa pode se sentir infeliz com seu sexo biológico, expressar um desejo de pertencer ao sexo oposto ou até mesmo insistir em que ele ou ela pertence de fato ao sexo oposto do que indicam seus genes e sua anatomia. Pessoas que escolhem adotar uma "identidade de gênero" diferente de seu sexo biológico são conhecidas como "transgêneros".


Essa condição está sendo detectada cada vez mais não apenas em adultos, mas também em crianças pré-púberes, de tenra idade. A associação American College of Pediatricians, nos Estados Unidos — uma organização formada como alternativa à American Academy of Pediatrics, maior e mais liberal —, divulgou recentemente um importante estudo sobre disforia de gên…

SUPORTAI-VOS UNS AOS OUTROS...

Muitas vezes tive que ouvir ou ler interpretações estranhas deste apelo que o Apóstolo Paulo faz à comunidade cristã que vivia em Colossos. Dizem que havia problemas e divisões tão graves dentro da comunidade, que Paulo já nem pode dizer-lhes “Amai-vos uns aos outros!”, mas se fica pelo apelo a que todos se aturem o melhor possível.
“Suportai-vos uns aos outros” não significa “Aturai-vos!”, mas antes “Sede o suporte uns dos outros!” É um apelo à comunhão mais profunda, à solidariedade mais consequente, à presença mais fraterna!

As comunidades de discípulos de Jesus devem nascer da escuta do Evangelho proclamado como um grito pascal que abre as pessoas à Esperança, ao desejo de uma Alegria maior e de uma  Liberdade duradoura...

No centro destas comunidades deve estar a experiência de Deus descoberto progressivamente no encontro com o Jesus dos evangelhos, no encontro com os irmãos, no discernimento dos acontecimentos quotidianos e na celebração  da Vida.
Deve tornar-se um espaço de partilh…

Missão do Messias: dom de Deus, e iniciativa do Espírito.

Esta profecia messiânica de Isaías, escrita cerca de 700 anos antes de Jesus, utiliza a figura de Jessé como tronco de uma árvore quase seca, para anunciar a esperança do Ungido de Deus. Jessé era o pai do Rei David (1Sam 16, 1-13), da descendência do qual se esperava o Messias. Por isso o Messias também era chamado de “filho de Davi” (Mc 10, 47-48)
Mas Isaías, no contato com os sucessivos “filhos de David” no trono de Jerusalém, deu um novo alcance à profecia messiânica: o Messias brotará “do tronco de Jessé”, ou seja, como um “Novo David”. O profeta Isaías anuncia que o Messias não viria como continuação de David, mas sim como um Novo David!

Depois, o profeta aponta os traços pelos quais estes Novo David, que não vai ser simplesmente um sucessor hereditário de David no trono, mas um “Ungido pelo Espírito de Deus”… Deste modo, o profeta anuncia que a Missão do Messias é um dom de Deus e uma iniciativa do Espírito, e não uma conquista das lógicas e esperanças humanas.
A lista de frutos d…

Toda pessoa que se suicida está condenada?

Antigamente se pensava que sim, embora a Igreja nunca tenha ensinado isso oficialmente; pois ela nunca disse o nome de um condenado. Hoje, com a ajuda da psicologia e psiquiatria, sabemos que a culpa do suicida pode ser muito diminuída devido a seu estado de alma. Evidentemente que o suicídio é, objetivamente falando, um pecado muito grave, pois atenta contra a vida, o maior dom de Deus para nós. Infelizmente há países que chegam a facilitar e até mesmo estimular esta prática para pacientes que sofrem ou para doentes mentais. Na Suíça, por exemplo, uma decisão da Suprema Corte abriu o caminho para a legalização da assistência ao suicídio de pacientes mentalmente doentes. O país já permite legalmente o suicido assistido para outros tipos de pacientes com uma ampla faixa de doenças e incapacidades físicas. É o império da “cultura da morte” através da eutanásia.
O Catecismo da Igreja ensina que: §2280 – “Cada um é responsável por sua vida diante de Deus que lha deu e que dela é sempre o úni…

Papa Bento XVI: “Não precisamos de um Estado que regule e domine tudo”

O princípio da subsidiariedade e por que ele é crucial para a verdadeira liberdade de um povo Será que o Estado consegue dar tudo ao homem? Ou deveria querer tentar isso? A resposta, para a Igreja, é clara: não. E o Papa Bento XVI explica: O amor — cáritas — será sempre necessário, mesmo na sociedade mais justa. Não há qualquer ordenamento estatal justo que possa tornar supérfluo o serviço do amor. Quem quer desfazer-se do amor, prepara-se para se desfazer do homem como homem. Sempre haverá sofrimento que necessita de consolação e ajuda. Haverá sempre solidão. Existirão sempre também situações de necessidade material, para as quais é indispensável uma ajuda na linha de um amor concreto ao próximo (cf. Congregação dos Bispos, Diretório para o Ministério Pastoral dos Bispos “Apostolorum Successores“, 22 de fevereiro de 2004, 197). Um Estado que queira prover a tudo e que tudo abranja se torna, no fim de contas, uma instância burocrática, que não pode assegurar o essencial de que o home…

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A FAMÍLIA E O PAPEL DO “PAI” NA SOCIEDADE ATUAL

Hoje, entende-se por família um grupo de pessoas identificado não somente por laços sanguíneos, de parentesco, mas também por compromissos em comum, que vivam num mesmo lar. Não identificamos mais uma família somente como pai, mãe e filhos. A figura da Sagrada Família hoje precisa ser reinterpretada: Temos muitas crianças abandonadas pelo pai ou mãe, criadas pelos avós ou tios. Temos mães solteiras com a função também de pai, apesar de, na realidade, não poderem substituí-lo por completo. Temos também o caso do pai sem a presença da mãe, que deixam os filhos a encargo da avó ou da madrasta, no caso de reconstrução de vida matrimonial. E temos filhos adotivos de pais ou mães homo afetivos.  Mudanças culturais e sociais fazem surgir outros tipos de família na sociedade: a família formada por dois pais ou duas mães, pessoas que sentem a necessidade de expandir seu amor a quem precisa de amor. E não nos cabe o papel de julgadores. Cabe-nos o papel de amá-los.
Independente do perfil da famí…

SIGNIFICADO E SIMBOLISMO DE DOM BOSCO

A imagem de Dom Bosco ou "São João Bosco", embora pareça simples, tem muitos significados e revela muito da personalidade e da vida deste que é o "Padroeiro da Juventude, das crianças e dos adolescentes abandonados".

Dom Bosco tem uma peculiaridade rara que permite a representação exata de sua imagem e de sua fisionomia tal qual eram realmente no tempo em que ele era vivo. É que o corpo de Dom Bosco permaneceu incorrupto, ou seja, após a morte do santo, sem o uso de conservantes, seu corpo não apodreceu, não se corrompeu com tempo.

O fenômeno dos "Corpos Incorruptos" é algo extraordinário que só acontece na Igreja Católica. Existem cerca de 500 corpos incorruptos descobertos. São corpos de santos e beatos católicos. O de Dom Bosco é um deles. A igreja considera que a permanência dos corpos de santos e beatos sem entrarem em putrefação é um testemunho eloquente da santidade da pessoa, um atestado que o próprio Deus dá ao mundo, em defesa de seus santos. O fa…

A misteriosa história da ponte de Santo Ângelo em Roma

Fica em Roma uma das pontes mais bonitas do mundo: a ponte Élio, mais conhecida como Santo Ângelo ou ponte dos anjos. Ela foi construída pelo imperador Adriano, no ano 133, para ligar a parte esquerda do rio Tibre com o que seria seu mausoléu – uma ponte para o futuro “funeral imperial”. Com o tempo, o mausoléu foi transformado em um castelo, que, em diferentes épocas da história, serviu de refúgio ou prisão para alguns papas. Também ficou famoso pelo “Passeto di Borgo”, um caminho “secreto” ligado diretamente ao Vaticano e que, muitas vezes, foi rota de fuga para os papas que se sentiam em perigo. Durante muito tempo, a ponte foi utilizada pelos peregrinos para chegar até a Basílica de São Pedro. Por isso, a ponte ficou conhecida como ponte de São Pedro. Anos depois, o papa Gregório Magno deu seu atual sobrenome: Santo Ângelo. No ano 590 dC, Roma foi devastada pela peste e o papa chamou todo o povo para uma procissão, a fim de rezar pelo fim da terrível praga. Naquele momento, diz-s…