Pular para o conteúdo principal

Postagens

Manual para Equipe de Liturgia.

Postagens recentes

UMA CHAVE PARA O ESTUDO ORANTE DOS SALMOS

“Meditar dia e noite na lei do Senhor e vigiar em orações” Frei Carlos Mesters, carmelita
Apresentação Há uma diferença entre as palavras “rezar” e “orar”. Posso rezar os Salmos e posso orá-los. Qual é para você a diferença? “Rezar” vem de “recitar”: recito ou rezo orações que outros fizeram. “Orar” significa que a oração vem de dentro de mim mesmo. Milton de Nascimento tem uma música, cuja letra expressa o que quero dizer. Ele diz: “Certas canções caem tão bem dentro de mim que perguntar carece: “Por que não fui eu que fiz?” Ou seja, posso chegar a rezar os salmos de tal maneira que eles expressem exatamente aquilo que eu estou sentindo no momento. Ou como dizia Cassiano (Séc IV): “Instruídos por aquilo que nós mesmos sentimos, já não percebemos o salmo como algo que só ouvimos, mas sim como algo que experimentamos e tocamos com nossas mãos; não como uma história estranha e inaudita, mas como algo que damos à luz desde o mais profundo do nosso coração, como se fossem sentimentos que f…