Pular para o conteúdo principal

A atitude do Cristão:



A atitude do Cristão: Fé sem obras é fé morta!




SEJAMOS O CORAÇÃO E OS BRAÇOS DE JESUS!








Após meditar profundamente sobre a parábola do Bom Samaritano, e fiquei a pensar: Como seria esse mundo se cada um de nós, discípulos de Cristo, realmente fizessemos algum bem a um desses caídos à beira do caminho?






No mundo de hoje, onde a maioria das pessoas estão mais preocupadas em ter do que ser, o cristão católico corre o sério risco de minimizar suas atitudes de cristão e de verdadeiro discípulo de Jesus. A oração em nossa vida é muito valiosa, pois nos mantem firmes na fé e confiantes no cumprimento das promessas de Jesus em nossas vidas. Devemos rezar sempre e confiar na Misericórdia de Deus e no Sagrado Coração Misericordioso de Jesus.






Entretanto, oração ou fé sem obras é morta. É preciso agir e fazer verdadeiramente alguma coisa para minimizar o sofrimento de tantos irmãos e irmãs carentes das mais diversas necessidades. Precisamos ser de fato o coração de Jesus aberto para amar a todos e ser também os seus braços para abraçar e ajudar os que precisam de nós. Deus precisa de nossa ajuda para realizar suas obras no mundo.






Em nossas orações, além de rezarmos por nossa saúde e por nossa família, rezamos também pelos drogados, pelos marginalizados, pelos pobres, pelos doentes, pelos injustamente encarcerados e por todos a quem se recomenda nossa oração.

Assim, caríssimos irmãos e irmãs, é fundamental nos conscientizarmos de que é preciso também agir, executar a obra de caridade que esteja ao nosso alcance, e se confiarmos na providência divina temos a certeza de que Deus vai abrir os caminhos para a realização de nossas intenções.

No caso do Bom Samaritano, a parábola nos conbta que ele socorreu e tratou as feridas do moribumdo, colocou-o sobre seu próprio cavalo e o levou a uma estalagem, pagou as despesas, deixou duas moedas de prata para que o dono da pensão cuidasse dele e ainda disse que voltaria depois para ressarcir o que fosse gasto a mais com aquele irmão que estava em dificuldades. Em uma primeira análise, podemos pensar "Ele tinha recursos para socorrer aquele homem, mas eu não tenho..."

Entretanto, isso não pode ser uma desculpa para que não façamos nada por aqueles que precisam de nós, uma vez que podemos agir de várias formas, e mesmo porque no mundo de hoje, uma pessoa só não teria recursos suficientes para tratar e cuidar de tantos necessitados abandonados e jogados pelas ruas, mas repito: isso não é desculpa para não agirmos e cruzarmos os braços...

Em termos práticos, além de rezarmos por nós mesmos, também:

Rezamos pelos pobres e desabrigados. Mas o que estamos fazendo de concreto para ajudar na alimentação, no vestir e no abrigo desses pobres? Fé sem obras é fé morta!

Rezamos pelos drogados e contaminados pelos vícios. Mas a que instituição estamos ajudando a tirar esses irmãos e irmãs da droga e do vício? Fé sem obras é fé morta!

Rezamos pelos doentes. Mas quantas vezes visitamos os hospitais ou pessoas que sofrem em suas casas muitas vezes sem nenhum auxílio? Fé sem obras é fé morta!

Rezamos pelos Padres e Evangelizadores. Mas o que estamos fazendo de concreto para ajudá-los em seu trabalho? Fé sem obras é fé morta!


Muitas vezes a gente sente que precisa fazer algo por alguém ou alguma caridade, mesmo que seja para aliviar nossa consciência quando meditamos a Palavra de Deus, mas na maioria das ocasiões nós estamos tão envolvidos com nossos próprios problemas que sequer pensamos que uma simples palavra de apoio e de encorajamento a um desses irmãos e irmãs necessitados ou um sorriso ou um abraço ou simplesmente escutar o que o outro tem a dizer já aliviaria muito seu sofrimento.

Muitos dos que vivem ao nosso lado em casa, no trabalho, na igreja e por onde passamos, precisam apenas de uma palavra de incentivo e de amor para tomarem coragem e ir em busca de uma vida melhor. E todos nós, cristãos seguidores de Cristo somos capazes de fazer isto... E apenas recordando: quantas vezes ao ver um mendigo à nossa frente, nós desviamos dele e até passamos para o outro lado da rua... Não quero com isso deixar ninguém constrangido, porque eu confesso e peço perdão, pois também já fiz isso, mesmo não sendo uma atitude cristã...

Tenho o caso de uma pessoa da família que se deixou viciar em drogas. Eu sempre rezei por ele diariamente em todas as minhas orações para que ele saísse das ruas e voltasse para casa, mas ele foi completamente abandonado por todos da família, inclusive por mim, e finalmente cheguei à conclusão de que Deus não ia mandar um anjo do céu para tirar ele dessa vida. Foi um tio dele (que se diz ateu) que o socorreu e chamou os parentes à razão mostrando com ação que não adianta nada ficar só rezando e não fazer coisa alguma para ajudar. Assim, foi possível tirá-lo da rua, tratá-lo e ajudá-lo a recomeçar a vida... Não foi fácil, não é fácil e não vai ser fácil terminar esta obra, pois as recaídas acontecem, mas sabemos o que fazer, porque Deus nos ilumina a cada dia para resolver as situações que esse membro da família criou e continua criando...

É fato que para realizar algumas obras se necessita de recursos financeiros e muitas vezes o que temos mal dá para o nosso sustento, mas se ficarmos apenas lamentando isso e não buscarmos os meios de realizar santas obras, nada vai acontecer...



Quando confiamos em Deus e nos propomos a fazer algo pelos mais necessitados, Deus abre as portas e mostra o caminho a seguir...

Tenho recebido a ajuda de alguns irmãos e irmãs, e, esses poucos recursos tem ajudado a minimizar o sofrimento de algumas famílias, mas ainda há muito a ser feito. Tenho certeza de que Deus está inspirando mais e mais pessoas a colaborar com nossa obra, que não é só de evangelização, mas também de atitude prática para ajudar a tornar este mundo um pouco mais humano para que mais sofre. Sozinho eu não posso fazer muito, mas juntos podemos transformar a nossa sociedade.

Em cada situação, se você não pode fazer nada sozinho, peça ajuda aos vizinhos, aos irmãos da comunidade, ao padre, ao bispo, às instituições dedicadas ao trabalho necessário para resolver a situação ou a quem quer que seja. Você e eu não somos os "Salvadores da Pátria", mas somos cristãos e precisamos praticar o que Jesus nos ensina a todo momento.

Pense nisso, avalie as possibilidades e como cristão, peça a Deus que te ilumine com a sabedoria necessária para buscar uma alternativa para realizar efetivamente algo para melhorar o mundo a sua volta. Não é preciso mudar o mundo todo de uma vez, e cada atitude de cada cristão em busca da felicidade do irmão ao seu lado, dará início a uma transformação única e divina, pois o exemplo de vida é o que mais influencia as pessoas no caminho do bem.

Coloque seu coração para bater na mesma sintonia do amor de Jesus e que seus braços sejam os braços de Jesus a ajudar os irmãos e irmãs a se levantarem. Somos cristãos e nosso exemplo ao seguir fielmente a Palavra de Deus é o maior meio de Evangelização.

PENSE NISSO E TOME UMA ATITUDE REALMENTE CRISTÃ!

Postagens mais visitadas deste blog

SANGUE INUNDARÁ O BRASIL" - PROFECIA DE NOSSA SENHORA SOBRE O BRASIL EM 1936

"O
Os 3 grandes castigos! Fez-se inexplicável silêncio sobre as aparições de Nossa Senhora no agreste pernambucano em 1936 e caíram no esquecimento. Mas a Ssma. Virgem anunciara que viriam tempos calamitosos e três grandes castigos para o Brasil. No primeiro artigo, reproduzido abaixo, seu autor comenta essas previsões sobre o prisma da crise da Igreja e a ameaça comunista ao Brasil. O segundo texto, do grande lutador Pe. Júlio Maria, apresenta uma pormenorizada narração dessas aparições de 1936 em que Nossa Senhora anunciou que o sangue inundará o Brasil.
A VIRGEM SANTÍSSIMA AFIRMA QUE O BRASIL PASSARÁ POR UMA SANGRENTA REVOLUÇÃO PROMOVIDA PELO COMUNISMO! FRANCISCO ALMEIDA ARAÚJO *
Todos quantos me conhecem através de meus escritos, palestras, cursos e programas de Rádio e Televisão promovidos em todas as regiões do nosso querido Brasil, sabem da minha relutância em divulgar revelações particulares ainda não reconhecidas pelo Magistério da Igreja. No entanto, de todas as “revelações pa…

Reflexão sobre o Evangelho segundo S. Lucas, cap. 14, vs. 25 a 33

Leitura do Evangelho do 23º Domingo do Tempo Comum



No capítulo 14 do Evangelho segundo S. Lucas, vemos Jesus que quer preparar a todos os seus seguidores para o seu Sacrifício na Cruz, bem como para as consequências que implicam da decisão de segui-lo. O Senhor, com imensa decisão, resolve partir para Jerusalém, mesmo sabendo que caminha para a sua própria morte.
No versículo 25, Jesus vê que não está sozinho: grandes multidões o acompanhavam. O texto original em grego enfatiza que aquelas pessoas “caminhavam junto” com Ele. Aquelas pessoas vão com o Senhor, e Ele quer alertá-las, torná-las conscientes de para onde estão indo e em que implicará a decisão de acompanhá-lo. Parando no meio da jornada, Ele se volta para essas pessoas e lhes diz algo como: “Vocês querem ir comigo, mas vocês sabem qual é a realidade de ser meu discípulo?”.
Aquilo que devemos dar a Deus Pai, conforme descreve o capítulo 6 do Livro do Deuteronômio, ficamos sabendo que devemos dar também a Deus Filho: “Amarás o…

Moringa, uma planta com imensos benefícios

Se ainda não ouviu falar da moringa, vai, neste artigo ficar a conhecer uma planta com bastantes benefícios para a saúde e o bem-estar do corpo. Moringa (Moringa oleifera) é uma planta de origem tropical ainda pouca conhecida na Europa, embora o seu uso como suplemento dietético comece pouco a pouco a estender-se. Um número cada vez maior de estudos científicos associam a ingestão de moringa em pó com inúmeros benefícios para a saúde, como a melhoria da pressão arterial, da glicose, a redução do colesterol, entre os outros. A árvore da Moringa Oleifera atinge uma altura de 7-12 metros é, originária das zonas próximo do Himalaia (Índia e Paquistão), e muito popular em países tropicais e subtropicais da África, Ásia (Filipinas, Camboja), América do Sul e Central e no Havaí, onde também é cultivada. Moringa – um potencial suplemento dietético A árvore de Moringa vem sendo usada ao longo dos tempos como uma planta medicinal. Sendo por isso conhecida como árvore milagrosa. Todas as partes …