Pular para o conteúdo principal

JARDIM DO ÉDEN, ONDE VOCÊ ESTÁ?




A Bíblia nos relata sobre um paraíso que existiu na terra, um lugar agradável com toda sorte de árvores e frutos. Um lugar onde a natureza exuberante e encantadora contrastavam apenas com a beleza e tranqüilidade dos rios e cachoeiras que brotavam molhando a grama e dando de beber a aves e animais de toda sorte que, em paz conviviam. Esse lugar recebeu o nome de JARDIM DO ÉDEN e foi a primeira casa de Adão e Eva.
Mas onde era esse lugar?
A Bíblia nos dá algumas informações sobre onde foi plantado esse paraíso na terra. Vejamos as dicas de sua localização:
 
“E saía um rio do Éden para regar o jardim e dali se dividia, repartindo-se em quatro braços. O primeiro chama-se Pisom; é o que rodeia a terra de Havilá, onde há ouro. O ouro dessa terra é bom; também se encontram lá o bdélio e a pedra de ônix. O segundo rio chama-se Giom; é o que circunda a terra de Cuxe. O nome do terceiro rio é Tigre; é o que corre pelo oriente da Assíria. E o quarto é o Eufrates.” Gn 2.10-14 
Quando transportamos essas informações para o dia de hoje, a localização da terra de Cuxe e dos rios, apontam para o que hoje nós chamamos de IRAQUE, mais especificamente BAGDÁ.
Vejamos o mapa:
A primeira e inevitável pergunta que fazemos então é: “Mas Bagdá e o Iraque em si, são terras áridas, terras pagãs e em nada se assemelham com a beleza e encanto relatados na Bíblia, como pode isso?
Na realidade, se pararmos para refletir, a resposta estará diante dos nossos olhos. 
1º - Entenda que o diabo, nosso inimigo, tenta destruir tudo o que é de Deus. Ele é invejoso e como não consegue construir nada de bom, ele tenta destruir as belezas que nosso PAI deixou para nós. Nada mais óbvio que, após o pecado, o deus deste mundo, tentasse com todas as forças aniquilar o local desenhado por Deus nesta terra, o local aonde o próprio Deus vinha se encontrar para conversar com os primeiros habitantes, um pedacinho do céu na terra;
 – A Bíblia nos fala que quando o homem foi expulso do Jardim, foi colocado um Querubim para guardar a entrada do local. Aquilo que Deus guarda ninguém encontra! Mas o local não está colonizado? Então como foi escondido? Nas Escrituras nos diz que o “SENHOR, Deus de Israel, que estás entronizado acima dos querubins.” II Rs 19.15, se Deus está no céu acima dos Querubins, logo os Querubins também estão no céu e lá está o Jardim com eles.
 
Então você está me dizendo que Deus recortou um pedaço de terra que Ele havia criado e levou pro céu, para que ninguém mais conheça o lugar e coma da árvore da vida e seja imortal? Isso não é muita fantasia não?
Na realidade não! Deixe-me explicar:
 
Bagdá hoje, como falamos, é uma terra deserta, é como se tivesse sido tirado à vida dali e só sobrado areia, mas isso não é tudo. A Bíblia também nos fala mais sobre isso. Veja o que diz Ap 22.1 e 2:
 
“Então, me mostrou o rio da água da vida, brilhante como cristal, que sai do trono de Deus e do Cordeiro. No meio da sua praça, de uma e outra margem do rio, está a árvore da vida, que produz doze frutos, dando o seu fruto de mês em mês, e as folhas da árvore são para a cura dos povos.”
 
O Texto nos diz que tem uma praça no céu como uma árvore específica: A árvore da vida, a mesma árvore que estava no Jardim do Éden!!!
 
Que incrível!
 
Para evitar que os homens comecem do fruto da árvore da vida e vivessem eternamente em pecado, o SENHOR em Sua misericórdia recortou o Jardim do Éden da Terra e o plantou no céu, e o melhor de tudo, quando chegarmos lá, poderemos desfrutar dele!

Resumindo:
O local mais provável hoje de onde era o Jardim do Éden, segundo as informações que a Bíblia nos dá é o IRAQUE, mais especificamente sua capital BAGDÁ.
O Jardim não está mais lá, foi retirado e plantado no céu.
O mesmo acontece com nossos corações quando a presença do Senhor é retirada. A única coisa que sobra é areia, mas a boa noticia é que quando nos aproximamos do TRONO de Deus, onde existe um rio, essas águas fazem nosso deserto se transformar em árvores de vida.
 
Na paz daquele se separou o melhor para o final.

Felipe Heiderich

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Costumes Matrimoniais nos Tempos Bíblicos: Casamento, Levirato, Violações do Casamento, Pessoa solteira e Divórcio"

Nos tempos bíblicos, o primeiro passo no casamento era dado pelo homem ou por sua família (Gênesis 4:19; 6:2; 12:19; 24:67; Êxodo 2:1). Geralmente, as famílias do casal faziam o arranjo do casamento. Assim Hagar, como chefe da família "o casou [Ismael] com uma mulher da terra do Egito" (Gênesis 21:21). Estando Isaque com quarenta anos de idade, era perfeitamente capaz de escolher sua própria esposa (Gênesis 25:20); no entanto, Abraão mandou seu servo a Harã a fim de buscar uma esposa para Isaque (Gênesis 24). Abraão deu ao servo duas ordens estritas: A noiva não podia ser cananeia, e devia deixar o lar paterno para viver com Isaque na Terra Prometida. Em circunstância alguma devia Isaque voltar a Harã para viver de acordo com o antigo modo de vida da família. O servo de Abraão encontrou a orientação do Senhor em sua escolha (Gênesis 24:12-32). Então, segundo o costume da Mesopotâmia, ele fez os arranjos com o irmão e a mãe da moça (Gênesis 24:28-29, 33). Ele selou o acordo …

SUPORTAI-VOS UNS AOS OUTROS...

Muitas vezes tive que ouvir ou ler interpretações estranhas deste apelo que o Apóstolo Paulo faz à comunidade cristã que vivia em Colossos. Dizem que havia problemas e divisões tão graves dentro da comunidade, que Paulo já nem pode dizer-lhes “Amai-vos uns aos outros!”, mas se fica pelo apelo a que todos se aturem o melhor possível.
“Suportai-vos uns aos outros” não significa “Aturai-vos!”, mas antes “Sede o suporte uns dos outros!” É um apelo à comunhão mais profunda, à solidariedade mais consequente, à presença mais fraterna!

As comunidades de discípulos de Jesus devem nascer da escuta do Evangelho proclamado como um grito pascal que abre as pessoas à Esperança, ao desejo de uma Alegria maior e de uma  Liberdade duradoura...

No centro destas comunidades deve estar a experiência de Deus descoberto progressivamente no encontro com o Jesus dos evangelhos, no encontro com os irmãos, no discernimento dos acontecimentos quotidianos e na celebração  da Vida.
Deve tornar-se um espaço de partilh…

Moringa, uma planta com imensos benefícios

Se ainda não ouviu falar da moringa, vai, neste artigo ficar a conhecer uma planta com bastantes benefícios para a saúde e o bem-estar do corpo. Moringa (Moringa oleifera) é uma planta de origem tropical ainda pouca conhecida na Europa, embora o seu uso como suplemento dietético comece pouco a pouco a estender-se. Um número cada vez maior de estudos científicos associam a ingestão de moringa em pó com inúmeros benefícios para a saúde, como a melhoria da pressão arterial, da glicose, a redução do colesterol, entre os outros. A árvore da Moringa Oleifera atinge uma altura de 7-12 metros é, originária das zonas próximo do Himalaia (Índia e Paquistão), e muito popular em países tropicais e subtropicais da África, Ásia (Filipinas, Camboja), América do Sul e Central e no Havaí, onde também é cultivada. Moringa – um potencial suplemento dietético A árvore de Moringa vem sendo usada ao longo dos tempos como uma planta medicinal. Sendo por isso conhecida como árvore milagrosa. Todas as partes …