Pular para o conteúdo principal

Mulher condenada à morte no Sudão, por ter se convertido cristã, volta a ser presa

UM TRIBUNAL do Sudão havia anulado a sentença de morte por enforcamento e ordenado a libertação de Meriam Ibrahim (Meriam Yahia Ibrahim Ishag), de 27 anos. A sudanesa foi condenada à morte pelo "crime" de ter se convertido ao cristianismo. Ela foi solta nesta segunda-feira (23/6), apenas para voltar a ser presa hoje, terça-feira (24), conforme informaram seus advogados à emissora norte-americana CNN. Além de Meriam, foi preso seu marido, Daniel Wani. O casal foi detido em um aeroporto de Cartum, a capital do Sudão, quando tentava deixar o país. Não foram divulgados detalhes sobre a prisão. A mulher, que recentemente deu à luz uma filha, teria agora dois anos para a amamentação antes de ser executada.

Meriam Ibrahim é filha de um muçulmano e de uma cristã, mas o pai abandonou a família quando era ainda criança, pelo que foi educada como cristã pela mãe. Mais tarde veio a casar-se com um cristão. Uma vez que o seu pai era muçulmano, porém, foi determinado pelas autoridades locais que ela é legalmente muçulmana, e assim teria incorrido no crime de apostasia, que no Sudão é punível com a morte. Ela também foi condenada a receber 100 chicotadas por adultério, já que, segundo a interpretação sudanesa da sharia (lei islâmica), as uniões entre uma muçulmana e um não muçulmano são consideradas traição conjugal.

Apesar de o juiz ter concedido a Meriam diversas oportunidades para renunciar à fé em Jesus Cristo, Ibrahim recusou-se sempre. Grávida, acabou por dar à luz ao seu segundo filho, uma menina, já na cadeia. Em situações como esta, a lei prevê dois anos para amamentação antes de se executar a sentença de morte.

Apesar de casos semelhantes serem relativamente comuns na atualidade, este ganhou notoriedade (assim como o da paquistanesa Asia Bibi) e provocou indignação internacional, com campanhas e apelos pela sua libertação. Em maio, surgiu a notícia de que Ibrahim havia sido libertada, mas foi logo desmentida pelo próprio Governo do país. Agora, segundo a Reuters, um tribunal sudanês terá mesmo ordenado que ela saia em liberdade.




Papa Francisco alerta: "Hoje há mais cristãos martirizados do que nunca"

Recentemente, o Papa Francisco alertou para o fato de que as comunidades cristãs enfrentam, hoje, uma “perseguição mais forte do que aquela dos primeiros séculos da Igreja”.

Em declarações publicadas na sexta-feira, 13 de junho, pelo jornal L’Osservatore Romano, o Pontífice diz que a aflição dos cristãos em países como Síria, Iraque, Paquistão e Nigéria é “um desafio profundo” à sua “missão como pastor”: “Há lugares onde é proibido ter uma Bíblia, ensinar a catequese ou usar a cruz. Hoje há mais cristãos martirizados do que nunca, em qualquer outra época. Não é fantasia, é um fato comprovado em números”, realça Francisco.

A repressão sobre os cristãos têm aumentado na África e no Médio Oriente depois da chamada “Primavera Árabe”, que colocou em causa regimes políticos instalados e abriu espaço para a afirmação de diversos grupos radicais islâmicos. – Sobre este mesmo tema, ainda de acordo com o Papa, a promoção da união entre israelitas e palestinos em sua recente viagem à Terra Santa “não foi um ato político”, mas sim “um ato religioso” que pretendeu “abrir uma janela ao mundo”.

____
Fontes:
Ag. Ecclesia, em
agencia.ecclesia.pt/noticias/vaticano/papa-hoje-ha-mais-cristaos-martirizados-do-que-nunca/
Acesso 24/6/014
ofielcatolico.com.br

Postagens mais visitadas deste blog

Costumes Matrimoniais nos Tempos Bíblicos: Casamento, Levirato, Violações do Casamento, Pessoa solteira e Divórcio"

Nos tempos bíblicos, o primeiro passo no casamento era dado pelo homem ou por sua família (Gênesis 4:19; 6:2; 12:19; 24:67; Êxodo 2:1). Geralmente, as famílias do casal faziam o arranjo do casamento. Assim Hagar, como chefe da família "o casou [Ismael] com uma mulher da terra do Egito" (Gênesis 21:21). Estando Isaque com quarenta anos de idade, era perfeitamente capaz de escolher sua própria esposa (Gênesis 25:20); no entanto, Abraão mandou seu servo a Harã a fim de buscar uma esposa para Isaque (Gênesis 24). Abraão deu ao servo duas ordens estritas: A noiva não podia ser cananeia, e devia deixar o lar paterno para viver com Isaque na Terra Prometida. Em circunstância alguma devia Isaque voltar a Harã para viver de acordo com o antigo modo de vida da família. O servo de Abraão encontrou a orientação do Senhor em sua escolha (Gênesis 24:12-32). Então, segundo o costume da Mesopotâmia, ele fez os arranjos com o irmão e a mãe da moça (Gênesis 24:28-29, 33). Ele selou o acordo …

Reflexão sobre o Evangelho segundo S. Lucas, cap. 14, vs. 25 a 33

Leitura do Evangelho do 23º Domingo do Tempo Comum



No capítulo 14 do Evangelho segundo S. Lucas, vemos Jesus que quer preparar a todos os seus seguidores para o seu Sacrifício na Cruz, bem como para as consequências que implicam da decisão de segui-lo. O Senhor, com imensa decisão, resolve partir para Jerusalém, mesmo sabendo que caminha para a sua própria morte.
No versículo 25, Jesus vê que não está sozinho: grandes multidões o acompanhavam. O texto original em grego enfatiza que aquelas pessoas “caminhavam junto” com Ele. Aquelas pessoas vão com o Senhor, e Ele quer alertá-las, torná-las conscientes de para onde estão indo e em que implicará a decisão de acompanhá-lo. Parando no meio da jornada, Ele se volta para essas pessoas e lhes diz algo como: “Vocês querem ir comigo, mas vocês sabem qual é a realidade de ser meu discípulo?”.
Aquilo que devemos dar a Deus Pai, conforme descreve o capítulo 6 do Livro do Deuteronômio, ficamos sabendo que devemos dar também a Deus Filho: “Amarás o…

Moringa, uma planta com imensos benefícios

Se ainda não ouviu falar da moringa, vai, neste artigo ficar a conhecer uma planta com bastantes benefícios para a saúde e o bem-estar do corpo. Moringa (Moringa oleifera) é uma planta de origem tropical ainda pouca conhecida na Europa, embora o seu uso como suplemento dietético comece pouco a pouco a estender-se. Um número cada vez maior de estudos científicos associam a ingestão de moringa em pó com inúmeros benefícios para a saúde, como a melhoria da pressão arterial, da glicose, a redução do colesterol, entre os outros. A árvore da Moringa Oleifera atinge uma altura de 7-12 metros é, originária das zonas próximo do Himalaia (Índia e Paquistão), e muito popular em países tropicais e subtropicais da África, Ásia (Filipinas, Camboja), América do Sul e Central e no Havaí, onde também é cultivada. Moringa – um potencial suplemento dietético A árvore de Moringa vem sendo usada ao longo dos tempos como uma planta medicinal. Sendo por isso conhecida como árvore milagrosa. Todas as partes …