Pular para o conteúdo principal

Duas lésbicas separam-se e disputam as filhas geradas pela "fertilização". Juízes: "É verdadeiramente triste."

Em Inglaterra, duas mulheres, cujo os nomes não podem ser revelados, estão a disputar em tribunal duas meninas. A primeira mulher é a mãe genética, a segunda é quem gerou no seu ventre as crianças. Quem é a verdadeira mãe? O problema explodiu quando as duas mulheres, que tinham uma relação amorosa, se deixaram uma à outra.

FECUNDAÇÃO ASSISTIDA. As mulheres estavam juntas desde os anos 90. Depois de uma delas tentar repetidas vezes ter um filho, a outra deu-lhe os seus óvulos em 2008, que foram usados para conceber duas gémeas, com o sémen de um doador anónimo, através de fecundação assistida. Quando em 2012 as mulheres se separaram definitivamente a discussão sobre quem seria realmente a progenitora das crianças, que hoje têm cinco anos, explodiu até chegar às salas dos tribunais.

MÃE GESTANTE E MÃE GENÉTICA. Helen Black, juíza do tribunal de Portsmouth, em Agosto passado estabeleceu que só amãe gestante tinha direito à custódia das gémeas: de facto, secundo o Human Fertilisation and Embryology Act de 2008, amãe genética não tem direito ao status legal de progenitor. Mas a mulher recorreu a Londres e em 27 de Março três juízes decidiram que a sentença devia regressar ao tribunal de Portsmouth para ser revista.

A SEPARAÇÃO. Segundo um juiz da Comarca "não foram tidas em conta considerações e todos os factores relevantes". Durante os primeiríssimos anos de vida das gémeas as duas mulheres já tinham abandonado a sua "relação amorosa", mas continuaram a viver juntas: a mãe genética fazia o trabalho doméstico e a outra trabalhava fora. Mas a convivência "tornou-se cada vez mais tensa" a partir de 2011 e, em 2012, as mulheres separaram-se. Hoje, a mulher que gerou as crianças vive com outra mulher em união de facto, e a mãe genética gerou um filho seu com alguns do óvulos que tinham sobrado da doação anterior.

MALDADE, EGOÍSMO, VINÇANGA.  A mãe genética lamentou-se no tribunal pela antiga companheira e disse que ela "está a procurar tirar-me da vida das gémeas". A outra responde: "Esta causa é devida só à malícia, ao seu egoísmo e ao seu desejo de vingança. O interesse das crianças não é a sua prioridade". Em Agosto, durante a audiência, no final, a mãe gestante das pequenas concordou com a mãe genética promover "contactos substanciais" com as gémeas, visto que "no passado esteve muito tempo com elas".

Mas o juiz de Portsmouth responsável pela decisão deu a custódia só à mãe gestante porque a mulher que deu os óvulos "não é a progenitora das crianças e o seu status não devia ser elevado ao de progenitor". O juiz estava ainda de pé atrás com a mãe genética, depois desta "ter proposto a um jornal contar a sua história". Segundo o tribunal da Comarca de Londres "as razões da juiz Helen Black são débeis e trémulas" e, assim, o caso deve voltar atrás.

"INFÂNCIA ENVENENADA". Um caso complexo como este permanece como pedaço da triste verdade que surge na anotação dos juízes londrinos: "Apreciamos que ambas as partes pensam ser motivadas apenas pelo interesse das meninas, mas a infância dura pouco e é verdadeiramente triste ver que a delas está a voar para longe, enquanto as energias dos adultos são empenhadas para discutir entre si. Sobretudo é injusto que uma infância assim influencie, como é provável que aconteça, a vida adulta destas crianças."

Leone Grotti in tempi.it

(Nota de tradução: o itálico usado nas expressões "mãe gestante" e "mãe genética" tem que ver com o facto de o tradutor deste texto não considerar a existência de tais realidades a não ser para efeitos de discurso, na ausência de melhor e mais evidente expressão.) 

Postagens mais visitadas deste blog

SANGUE INUNDARÁ O BRASIL" - PROFECIA DE NOSSA SENHORA SOBRE O BRASIL EM 1936

"O
Os 3 grandes castigos! Fez-se inexplicável silêncio sobre as aparições de Nossa Senhora no agreste pernambucano em 1936 e caíram no esquecimento. Mas a Ssma. Virgem anunciara que viriam tempos calamitosos e três grandes castigos para o Brasil. No primeiro artigo, reproduzido abaixo, seu autor comenta essas previsões sobre o prisma da crise da Igreja e a ameaça comunista ao Brasil. O segundo texto, do grande lutador Pe. Júlio Maria, apresenta uma pormenorizada narração dessas aparições de 1936 em que Nossa Senhora anunciou que o sangue inundará o Brasil.
A VIRGEM SANTÍSSIMA AFIRMA QUE O BRASIL PASSARÁ POR UMA SANGRENTA REVOLUÇÃO PROMOVIDA PELO COMUNISMO! FRANCISCO ALMEIDA ARAÚJO *
Todos quantos me conhecem através de meus escritos, palestras, cursos e programas de Rádio e Televisão promovidos em todas as regiões do nosso querido Brasil, sabem da minha relutância em divulgar revelações particulares ainda não reconhecidas pelo Magistério da Igreja. No entanto, de todas as “revelações pa…

Reflexão sobre o Evangelho segundo S. Lucas, cap. 14, vs. 25 a 33

Leitura do Evangelho do 23º Domingo do Tempo Comum



No capítulo 14 do Evangelho segundo S. Lucas, vemos Jesus que quer preparar a todos os seus seguidores para o seu Sacrifício na Cruz, bem como para as consequências que implicam da decisão de segui-lo. O Senhor, com imensa decisão, resolve partir para Jerusalém, mesmo sabendo que caminha para a sua própria morte.
No versículo 25, Jesus vê que não está sozinho: grandes multidões o acompanhavam. O texto original em grego enfatiza que aquelas pessoas “caminhavam junto” com Ele. Aquelas pessoas vão com o Senhor, e Ele quer alertá-las, torná-las conscientes de para onde estão indo e em que implicará a decisão de acompanhá-lo. Parando no meio da jornada, Ele se volta para essas pessoas e lhes diz algo como: “Vocês querem ir comigo, mas vocês sabem qual é a realidade de ser meu discípulo?”.
Aquilo que devemos dar a Deus Pai, conforme descreve o capítulo 6 do Livro do Deuteronômio, ficamos sabendo que devemos dar também a Deus Filho: “Amarás o…

Moringa, uma planta com imensos benefícios

Se ainda não ouviu falar da moringa, vai, neste artigo ficar a conhecer uma planta com bastantes benefícios para a saúde e o bem-estar do corpo. Moringa (Moringa oleifera) é uma planta de origem tropical ainda pouca conhecida na Europa, embora o seu uso como suplemento dietético comece pouco a pouco a estender-se. Um número cada vez maior de estudos científicos associam a ingestão de moringa em pó com inúmeros benefícios para a saúde, como a melhoria da pressão arterial, da glicose, a redução do colesterol, entre os outros. A árvore da Moringa Oleifera atinge uma altura de 7-12 metros é, originária das zonas próximo do Himalaia (Índia e Paquistão), e muito popular em países tropicais e subtropicais da África, Ásia (Filipinas, Camboja), América do Sul e Central e no Havaí, onde também é cultivada. Moringa – um potencial suplemento dietético A árvore de Moringa vem sendo usada ao longo dos tempos como uma planta medicinal. Sendo por isso conhecida como árvore milagrosa. Todas as partes …