Pular para o conteúdo principal

TODA MISSA É UM MILAGRE – ISTO É O MEU CORPO


Sim, toda missa é um milagre, porque a cada momento da Santa Missa estamos em contato com o divino. Seja no inicio com o Sinal da Cruz, no momento do perdão, da bênção sacerdotal e principalmente no momento da consagração.
E é sobre isto que trata nossa reflexão a CONSAGRAÇÃO EUCARÍSTICA.
Pois é neste momento em que por meio do SACERDOTE, o pão e vinho tornam-se em substância o COPO e SANGUE de Nosso Senhor Jesus Cristo.
No momento da consagração, o padre presidente da celebração, profere as mesmas palavras, in persona christi, onde acontece o milagre, e Cristo se faz presente no altar.

A consagração das espécies, pão e vinho, ocorrem em dois momentos e é propriamente as mesmas palavras retiradas dos Evangelhos de São Mateus, São Marcos, e São Lucas e também da primeira carta aos Coríntios, 11, 24.

Consagração do Pão: Durante a refeição, Jesus tomou o pão, benzeu-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai e comei, isto é meu corpo

Consagração do Vinho: Tomou depois o cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: Bebei dele todos, porque isto é meu sangue, o sangue da Nova Aliança, derramado por muitos homens em remissão dos pecados.

A formula em si, é uma junção da carta de Paulo e dos três Evangelhos. Note que em cada um dos momentos da consagração Jesus AFIRMA, ISTO É e não utilizou nenhum outro tipo de referência, como por exemplo, isto representa, mas sim ISTO É.

Agora façamos um paralelo com algumas referências da Sagrada Escritura significativas para a importância do argumento e declaração de que Jesus ESTÁ e É presente na Hóstia consagrada. Vejamos:

No Velho Testamento
Livro do Êxodo 3, 14:

Deus respondeu a Moisés: “EU SOU AQUELE QUE SOU”

Livro do Profeta Isaías 45,5:

Eu sou o Senhor, sem rival, não existe outro Deus além de mim. Eu te cingi, quando ainda não me conhecias […]

No Novo Testamento, agora com um olhar mais profundo do EU SOU no Evangelho de São João 8, 25;28

Quem és tu?, perguntaram-lhe eles então. Jesus respondeu: Exatamente o que EU vos declaro. Jesus então lhes disse: Quando tiverdes levantado o Filho do Homem, então conhecereis quemSOU e que nada faço de mim mesmo, mas falo do modo como o Pai me ensinou.




Entendendo então que o EU SOU é aquilo que É portando do verbo SER. A hóstia consagrada É Jesus e Jesus ESTÁ nas espécies do pão e do vinho. Milagre não necessariamente precisa ser visível para ser milagre.

Logo a TRANSUBSTANCIAÇÃO é o milagre onde a SUBSTÂNCIA do pão e do vinho seCONVERTEM no corpo do SENHOR. O conceito da transubstanciação possui base teológica e filosófica sobre a substancia da matéria, nesse caso das espécies do pão e do vinho.

A IGREJA PRIMITIVA E A EUCARISTIA
Os Santos Padres, do século I falam sobre a EUCARISTIA e afirmando categoricamente que o pão e o vinho consagrados É o CORPO e o SANGUE do senhor. A exemplo cita-se Santo Inácio de Antioquia, que em rumo à sua condenação escreveu sete cartas nestas contendo seu zelo pelo

Sacramento Eucarístico:


[…]para obedecermos ao bispo e ao presbitério numa concórdia indivisível, partindo um mesmo pão, que é o remédio da imortalidade, antídoto contra a morte, mas vida em Jesus Cristo para sempre. (Epístola aos Efésios IX, 20)



Sede solícitos em tomar parte numa só Eucaristia, porquanto uma é a carne de Nosso Senhor Jesus Cristo, um o cálice para a união com Seu sangue; um o altar, assim como também um é o Bispo, junto com seu presbitério e diáconos, aliás meus colegas de serviço. E isso, para fazerdes segundo Deus o que fizerdes.(Epístola aos Filadelfios III)

São Justino do ano de 165 também escreve em sua carta “Diálogo com Trifão”:




Este alimento se chama entre nós, Eucaristia, da qual a nenhum outro é lícito participar, senão ao que crer que nossa doutrina é verdadeira, e que foi purificado com o batismo para o perdão dos pecados e para a regeneração, e que vive como Cristo ensinou. Por que estas coisas não as tomamos como pão comum nem bebida comum, mas ao contrário assim como o Verbo de Deus, havendo de encarnado em Jesus Cristo nosso Salvador, se tornou carne e sangue para a nossa Salvação, assim também nos é ensinado que o alimento eucaristizado, mediante a palavra (verbo) de nosso oração precedente d’Ele – O alimento de que nossa carne e nosso sangue, se nutrem com arranjo para nossa transformação – é a carne e o sangue daquele que Jesus que se encarnou. Pois os apóstolos, nos comentários por eles compostos, chamamos evangelhos, nos transmitiram o que assim lhes havia sido transmitido: Que Jesus, tendo tomado o pão e dando graças, dizendo: Façam isso em memória de mim; este é meu corpo, e somente fez eles participantes. A mesma coisa também nos mistérios de Mitra tem sido ensinada pelos malvados demônios, tomando por imitação. Por que sabeis, ou podem saber, que quando alguém é iniciado neles, se oferecem um pão e um cálice de água e se dizem certos versos.



Também Santo Hipólito (235 d.c) ensina o cuidado e o zelo que se deve ter com a Eucaristia, advertindo ainda para que não se permita que um descrente receba a o pão consagrado.





Todos evitem como diligência que o infiel coma da Eucaristia ou que os ratos ou algum outro animal, nenhuma outra coisa em absoluto caia na Eucaristia e que algo pereça. É o corpo de Cristo, do qual todos os fieis se alimentam, e não deve ser desprezado.” (Santo Hipólito – Tradição Apostólica)
Estes são alguns relatos da Igreja Primitiva, onde se tem alicerces sólidos de que Jesus Cristo se faz presente por meio da CONSAGRAÇÃO/TRANSUBSTANCIAÇÃO do pão e do vinho se fazendo em substância o Corpo e Sangue do Senhor.

MILAGRES EUCARÍSTICOS
Partindo do princípio de que por meio da consagração eucarística, em sentido real, em toda a Santa Missa, pelas mãos do sacerdote, in persona christi, acontece o milagre da transubstanciação.

No entanto em vários percursos da história do povo de Deus, por algum motivo, seja ele qual for Deus nos quis revelar de forma APARENTE e VISÍVEL sua presença na hóstia consagrada. Havendo então não somente a mudança da substância, mas também da matéria. Chamados de milagres eucarísticos.

O primeiro milagre de forma aparente que se tem registro é o chamado MILAGRE EUCARÍSTICO DE LANCIANO.

Um sacerdote atormentado por sua dúvida da real presença de Jesus na Eucaristia, se depara com a transformação das espécies do pão e do vinho em carne e sangue.



O milagre de Lanciano já perdura a mais de 12 SÉCULOS intactos sem sofrer as consequências do tempo desde então.



O milagre Eucarístico de Lanciano passou por testes científicos onde se comprova que as espécies convertidas do pão convertidas em tecido cardíaco e o vinho em sangue humanos.

Outro acontecimento como milagre visível da presença real da Jesus na Eucaristia, aconteceu na Argentina, ainda quando o Papa Francisco (Jorge Mario Bergoglio) era o Bispo de Buenos Aires.



O milagre aconteceu em 18 de agosto de 1996. Após a distribuição da hóstia o Padre Alejandro Pezetfoi informado que uma partícula consagrada teria sido encontrada em um candelabro atrás da igreja. Não consumindo a hóstia, o Padre deixou que a partícula fosse dissolvida em água. Porém ao verificar no dia seguinte notou que a mesma havia se transformado em uma substância que vertia sangue.


Jesus É presente na Hóstia consagrada em toda Santa Missa celebrada em qualquer lugar do mundo pelas mãos de um ministro ordenado.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Costumes Matrimoniais nos Tempos Bíblicos: Casamento, Levirato, Violações do Casamento, Pessoa solteira e Divórcio"

Nos tempos bíblicos, o primeiro passo no casamento era dado pelo homem ou por sua família (Gênesis 4:19; 6:2; 12:19; 24:67; Êxodo 2:1). Geralmente, as famílias do casal faziam o arranjo do casamento. Assim Hagar, como chefe da família "o casou [Ismael] com uma mulher da terra do Egito" (Gênesis 21:21). Estando Isaque com quarenta anos de idade, era perfeitamente capaz de escolher sua própria esposa (Gênesis 25:20); no entanto, Abraão mandou seu servo a Harã a fim de buscar uma esposa para Isaque (Gênesis 24). Abraão deu ao servo duas ordens estritas: A noiva não podia ser cananeia, e devia deixar o lar paterno para viver com Isaque na Terra Prometida. Em circunstância alguma devia Isaque voltar a Harã para viver de acordo com o antigo modo de vida da família. O servo de Abraão encontrou a orientação do Senhor em sua escolha (Gênesis 24:12-32). Então, segundo o costume da Mesopotâmia, ele fez os arranjos com o irmão e a mãe da moça (Gênesis 24:28-29, 33). Ele selou o acordo …

SUPORTAI-VOS UNS AOS OUTROS...

Muitas vezes tive que ouvir ou ler interpretações estranhas deste apelo que o Apóstolo Paulo faz à comunidade cristã que vivia em Colossos. Dizem que havia problemas e divisões tão graves dentro da comunidade, que Paulo já nem pode dizer-lhes “Amai-vos uns aos outros!”, mas se fica pelo apelo a que todos se aturem o melhor possível.
“Suportai-vos uns aos outros” não significa “Aturai-vos!”, mas antes “Sede o suporte uns dos outros!” É um apelo à comunhão mais profunda, à solidariedade mais consequente, à presença mais fraterna!

As comunidades de discípulos de Jesus devem nascer da escuta do Evangelho proclamado como um grito pascal que abre as pessoas à Esperança, ao desejo de uma Alegria maior e de uma  Liberdade duradoura...

No centro destas comunidades deve estar a experiência de Deus descoberto progressivamente no encontro com o Jesus dos evangelhos, no encontro com os irmãos, no discernimento dos acontecimentos quotidianos e na celebração  da Vida.
Deve tornar-se um espaço de partilh…

Moringa, uma planta com imensos benefícios

Se ainda não ouviu falar da moringa, vai, neste artigo ficar a conhecer uma planta com bastantes benefícios para a saúde e o bem-estar do corpo. Moringa (Moringa oleifera) é uma planta de origem tropical ainda pouca conhecida na Europa, embora o seu uso como suplemento dietético comece pouco a pouco a estender-se. Um número cada vez maior de estudos científicos associam a ingestão de moringa em pó com inúmeros benefícios para a saúde, como a melhoria da pressão arterial, da glicose, a redução do colesterol, entre os outros. A árvore da Moringa Oleifera atinge uma altura de 7-12 metros é, originária das zonas próximo do Himalaia (Índia e Paquistão), e muito popular em países tropicais e subtropicais da África, Ásia (Filipinas, Camboja), América do Sul e Central e no Havaí, onde também é cultivada. Moringa – um potencial suplemento dietético A árvore de Moringa vem sendo usada ao longo dos tempos como uma planta medicinal. Sendo por isso conhecida como árvore milagrosa. Todas as partes …