Pular para o conteúdo principal

A caridade cristã



ENQUANTO CRISTÃOS que somos, devemos, sim, dar esmolas. Todavia é fundamental que usemos sempre da virtude da prudência, que ilumina as nossas ações e escolhas. Toda virtude pode ser como que filtrada pela nossa razão, razão que nos torna humanos. Os animais não têm virtude, exatamente porque não tem a racionalidade. Assim para fazer caridade também devemos usar a nossa inteligência. 

Uma coisa é o amor do pai, que educa e sabe colocar limites no filho. Outra coisa é a imprudência do vovô, que quer cobrir o menino de mimos, enchendo-o de presentes e fazendo todas as suas vontades, – muitas vezes, como se diz, “estragando” aquela criança. – O critério da nossa caridade nunca deve ser, simplesmente, agradar o outro, não importando o custo. O critério da caridade deve ser aquilo que realmente será um bem para a outra pessoa. Assim é que devemos usar da prudência para orientar a esmola.

Isso não quer dizer que não devamos dar esmola, mas sim que devemos procurar a maneira de ajudar melhor as pessoas que sofrem. De que modo podemos empregar com mais fruto o nosso dinheiro? Há sempre muitas opções para quem quer realmente praticar a caridade e tem boa vontade para procurar os melhores meios. Podemos ingressar num grupo vicentino ou outro que pratique a caridade, e aprender um pouco melhor, – na prática, – como é que se dá essa assistência cristã aos desvalidos.

É importante recordar que a esmola faz parte da lista das obras de misericórdia corporal que a Igreja aconselha e que estão listadas no Compêndio do Catecismo da Igreja Católica:

1) Dar de comer a quem tem fome;
2) Dar de beber a quem tem sede;
3) Vestir os nus;
4) Dar pousada aos peregrinos;
5) Visitar os enfermos;
6) Visitar os presos;
7) Enterrar os mortos.

São caridades corporais, físicas; atos concretos, materiais. Todas são muito importantes e fazem um bem imenso ao cristão. A esmola é uma tradição do ser cristão, mas é também muito importante lembrar que, além da caridade na forma da ajuda material, é necessário prestar o bem espiritual, e para tanto temos duas vias principais: 

a) Podemos e devemos evangelizar em nossas palavras e atos
b) Podemos e devemos oferecer os nossos gestos de caridade, – o nosso sacrifício, – como bens espirituais pelas almas do Purgatório.

Não é somente mandando celebrar Missas ou rezando pelas almas que padecem no outro mundo que podemos ajudá-las, mas também oferecendo por elas as nossas boas obras, a Deus Pai em Nome do Cristo, Jesus, e pedindo que a Santíssima Virgem disponha da melhor maneira de todo o bem que fizermos pelo bem dos padecentes no mundo espiritual.

___
Ref.:
Padre Paulo Ricardo de Azevedo Jr., A resposta católica n.58, 'Como o cristão deve dar esmolas?', disp. em:
https://padrepauloricardo.org/episodios/como-o-cristao-deve-dar-esmolas

Postagens mais visitadas deste blog

SANGUE INUNDARÁ O BRASIL" - PROFECIA DE NOSSA SENHORA SOBRE O BRASIL EM 1936

"O
Os 3 grandes castigos! Fez-se inexplicável silêncio sobre as aparições de Nossa Senhora no agreste pernambucano em 1936 e caíram no esquecimento. Mas a Ssma. Virgem anunciara que viriam tempos calamitosos e três grandes castigos para o Brasil. No primeiro artigo, reproduzido abaixo, seu autor comenta essas previsões sobre o prisma da crise da Igreja e a ameaça comunista ao Brasil. O segundo texto, do grande lutador Pe. Júlio Maria, apresenta uma pormenorizada narração dessas aparições de 1936 em que Nossa Senhora anunciou que o sangue inundará o Brasil.
A VIRGEM SANTÍSSIMA AFIRMA QUE O BRASIL PASSARÁ POR UMA SANGRENTA REVOLUÇÃO PROMOVIDA PELO COMUNISMO! FRANCISCO ALMEIDA ARAÚJO *
Todos quantos me conhecem através de meus escritos, palestras, cursos e programas de Rádio e Televisão promovidos em todas as regiões do nosso querido Brasil, sabem da minha relutância em divulgar revelações particulares ainda não reconhecidas pelo Magistério da Igreja. No entanto, de todas as “revelações pa…

Reflexão sobre o Evangelho segundo S. Lucas, cap. 14, vs. 25 a 33

Leitura do Evangelho do 23º Domingo do Tempo Comum



No capítulo 14 do Evangelho segundo S. Lucas, vemos Jesus que quer preparar a todos os seus seguidores para o seu Sacrifício na Cruz, bem como para as consequências que implicam da decisão de segui-lo. O Senhor, com imensa decisão, resolve partir para Jerusalém, mesmo sabendo que caminha para a sua própria morte.
No versículo 25, Jesus vê que não está sozinho: grandes multidões o acompanhavam. O texto original em grego enfatiza que aquelas pessoas “caminhavam junto” com Ele. Aquelas pessoas vão com o Senhor, e Ele quer alertá-las, torná-las conscientes de para onde estão indo e em que implicará a decisão de acompanhá-lo. Parando no meio da jornada, Ele se volta para essas pessoas e lhes diz algo como: “Vocês querem ir comigo, mas vocês sabem qual é a realidade de ser meu discípulo?”.
Aquilo que devemos dar a Deus Pai, conforme descreve o capítulo 6 do Livro do Deuteronômio, ficamos sabendo que devemos dar também a Deus Filho: “Amarás o…

Moringa, uma planta com imensos benefícios

Se ainda não ouviu falar da moringa, vai, neste artigo ficar a conhecer uma planta com bastantes benefícios para a saúde e o bem-estar do corpo. Moringa (Moringa oleifera) é uma planta de origem tropical ainda pouca conhecida na Europa, embora o seu uso como suplemento dietético comece pouco a pouco a estender-se. Um número cada vez maior de estudos científicos associam a ingestão de moringa em pó com inúmeros benefícios para a saúde, como a melhoria da pressão arterial, da glicose, a redução do colesterol, entre os outros. A árvore da Moringa Oleifera atinge uma altura de 7-12 metros é, originária das zonas próximo do Himalaia (Índia e Paquistão), e muito popular em países tropicais e subtropicais da África, Ásia (Filipinas, Camboja), América do Sul e Central e no Havaí, onde também é cultivada. Moringa – um potencial suplemento dietético A árvore de Moringa vem sendo usada ao longo dos tempos como uma planta medicinal. Sendo por isso conhecida como árvore milagrosa. Todas as partes …