Pular para o conteúdo principal

Padre é degolado por islâmicos dentro de igreja na França








UM SACERDOTE DE 84 ANOS de idade, chamado Jacques Hamel (foto), morreu mártir, degolado por islâmicos nesta terça-feira (26/7) na igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray, noroeste da França. A ação, que foi reivindicada pelo grupo Estado Islâmico, acontece menos de duas semanas depois do atentado em Nice, que deixou 84 mortos e mais de 300 feridos.


Das cinco pessoas que estavam na igreja no momento do atentado, praticado por dois homens armados, três reféns foram libertados ilesos e um quarto em estado grave, entre a vida e a morte. Segundo Pierre Henry Brandet, porta-voz do ministério do Interior, a Brigada de Busca e Intervenção (BRI), especializada em sequestros, cercou o local e os dois criminosos terminaram mortos.


Os criminosos “disseram pertencer ao Daesh”, acrônimo em árabe do grupo Estado Islâmico (EI), informou o presidente francês, François Hollande. Segundo comunicado da agência Amaq, órgão de propaganda dos extremistas, o ataque foi executado por “dois de seus soldados” e “os autores do ataque responderam aos chamados para atacar os países da coalizão internacional” que luta contra o EI no Iraque e na Síria.


O papa Francisco expressou “dor e horror” por este “assassinato bárbaro”, indicou o Vaticano em um comunicado.


Vários ataques na Alemanha nos últimos dias também aumentaram os temores na Europa. Em sua propaganda e comunicados de reivindicação, o EI convoca a atacar os líderes “cruzados” ocidentais e o “Reino da Cruz”, uma expressão que faz referência ao continente europeu.


Cerca de 700 escolas e sinagogas judaicas e entre 1.000 e 2.500 mesquitas estão protegidas por militares, mas parece difícil aplicar estas mesmas medidas de segurança às 4.500 igrejas católicas do país.

Tende misericórdia, Senhor, da Europa e do mundo inteiro!



** Após o ocorrido, grupos tradicionalistas lembraram as palavras proféticas de Mons. Marcel Lefebvre, ditas há quase três décadas:


___
Ref.:
IstoÉ Mundo, disp. em:
http://istoe.com.br/padre-e-degolado-em-tomada-de-refens-em-igreja-na-franca/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Costumes Matrimoniais nos Tempos Bíblicos: Casamento, Levirato, Violações do Casamento, Pessoa solteira e Divórcio"

Nos tempos bíblicos, o primeiro passo no casamento era dado pelo homem ou por sua família (Gênesis 4:19; 6:2; 12:19; 24:67; Êxodo 2:1). Geralmente, as famílias do casal faziam o arranjo do casamento. Assim Hagar, como chefe da família "o casou [Ismael] com uma mulher da terra do Egito" (Gênesis 21:21). Estando Isaque com quarenta anos de idade, era perfeitamente capaz de escolher sua própria esposa (Gênesis 25:20); no entanto, Abraão mandou seu servo a Harã a fim de buscar uma esposa para Isaque (Gênesis 24). Abraão deu ao servo duas ordens estritas: A noiva não podia ser cananeia, e devia deixar o lar paterno para viver com Isaque na Terra Prometida. Em circunstância alguma devia Isaque voltar a Harã para viver de acordo com o antigo modo de vida da família. O servo de Abraão encontrou a orientação do Senhor em sua escolha (Gênesis 24:12-32). Então, segundo o costume da Mesopotâmia, ele fez os arranjos com o irmão e a mãe da moça (Gênesis 24:28-29, 33). Ele selou o acordo …

SUPORTAI-VOS UNS AOS OUTROS...

Muitas vezes tive que ouvir ou ler interpretações estranhas deste apelo que o Apóstolo Paulo faz à comunidade cristã que vivia em Colossos. Dizem que havia problemas e divisões tão graves dentro da comunidade, que Paulo já nem pode dizer-lhes “Amai-vos uns aos outros!”, mas se fica pelo apelo a que todos se aturem o melhor possível.
“Suportai-vos uns aos outros” não significa “Aturai-vos!”, mas antes “Sede o suporte uns dos outros!” É um apelo à comunhão mais profunda, à solidariedade mais consequente, à presença mais fraterna!

As comunidades de discípulos de Jesus devem nascer da escuta do Evangelho proclamado como um grito pascal que abre as pessoas à Esperança, ao desejo de uma Alegria maior e de uma  Liberdade duradoura...

No centro destas comunidades deve estar a experiência de Deus descoberto progressivamente no encontro com o Jesus dos evangelhos, no encontro com os irmãos, no discernimento dos acontecimentos quotidianos e na celebração  da Vida.
Deve tornar-se um espaço de partilh…

Moringa, uma planta com imensos benefícios

Se ainda não ouviu falar da moringa, vai, neste artigo ficar a conhecer uma planta com bastantes benefícios para a saúde e o bem-estar do corpo. Moringa (Moringa oleifera) é uma planta de origem tropical ainda pouca conhecida na Europa, embora o seu uso como suplemento dietético comece pouco a pouco a estender-se. Um número cada vez maior de estudos científicos associam a ingestão de moringa em pó com inúmeros benefícios para a saúde, como a melhoria da pressão arterial, da glicose, a redução do colesterol, entre os outros. A árvore da Moringa Oleifera atinge uma altura de 7-12 metros é, originária das zonas próximo do Himalaia (Índia e Paquistão), e muito popular em países tropicais e subtropicais da África, Ásia (Filipinas, Camboja), América do Sul e Central e no Havaí, onde também é cultivada. Moringa – um potencial suplemento dietético A árvore de Moringa vem sendo usada ao longo dos tempos como uma planta medicinal. Sendo por isso conhecida como árvore milagrosa. Todas as partes …